domingo, 1 de março de 2009

Bicicletada de fevereiro

Última sexta-feira do mês, dia de bicicletada. Vim a São Paulo pra ir na bicicletada com a Olga. Desta vez, a Praça do Ciclista, ponto de concentração dos participantes da bicicletada, comemora 3 anos de existência, apesar de só ser reconhecida pelos seus esporádicos usuários.
Foto: luna.rosa
Pegamos duas bicicletas da Porto Seguro (em troca de documentos) na garagem do Conjunto Nacional. As bicicletas não são boas. Eu fiquei com dor no joelho, passar as marchas era uma desgraça, a roda da frente rolava como um ovo e a Olga disse que pagou todos os pecados na bicicletinha dela (não sei se era falta de costume de pedalar ou se a bicicleta dela estava ruim também). Reparem nas fotos que achei no flickr da luna.rosa. São bem ilustrativas: Olga seguiu firme e sorridente, eu tava sempre procurando por ela. Na foto em que eu apareço, dá pra reparar que muitos estão "vestidos de ciclista", estão usando capacete, têm bikes boas e caras, com luzinhas e buzinas. Mas muito provavelmente não usam a bicicleta como meio de transporte para ir ao local de trabalho todo dia. Bicicleta é esporte, lazer e oportunidade para se libertar, gritar, protestar e tirar a roupa (dia 14 de março tem outra bicicletada pelada).
Foto: luna.rosa
Essa já é a quarta (ou quinta?) bicicletada que eu visito, e eu nunca tinha feito um trajeto tão longo. Acho que existe uma relação de proporcionalidade entre o volume de pessoas e o trajeto pedalado. Eu não saberia retraçar a rota por desconhecimento do centro de São Paulo, mas pedalamos aproximadamente 15km em 2 horas. Houve incidentes de violência gratuita tanto de ciclistas contra motoristas como de motoristas contra ciclistas, mas isso não deve nos alarmar. É a bicicletada e sempre tem um ou outro no meio que não tem nenhuma noção de trânsito.

4 comentários:

Juliana Reis disse...

Lou foi muito legal te ver na bicicletada... e principalmente te reconhecer no meio da multidão de gente...
valeu!!! outras bicicletada nos esperam...
Massa crítica!!!!
bj

Anônimo disse...

Cara Menina Maluca,
Não possuo dados, mas uma entre tantas coisas que diferenciam a Bicicletada dos diversos passeios ciclísticos que acontecem em SP é justamente o fato de que os participantes usam a bicicleta como meio de transporte. Se não diariamente, sempre que podem. Vou assinar o feed para ir acompanhando o blog.

cabelo disse...

Eu te vi lá. Mas não tive a certeza que era você até ver essa foto. Estava justamente com esta "cara", procurando alguém. Estranho encontrar pessoas que conhecemos pela internet, né?

iglou disse...

O mais estranho é desencontrar essas pessoas...
Deve ser timidez própria, preservação do anonimato do outro, ou um pouco de tudo.