segunda-feira, 28 de abril de 2008

Meia hora na padaria

Era domingo. Um dos ponteiros do relógio apontava para cima e o outro bem pra direita. O sol esplendorava lá no alto do céu e o mundo todo vibrava em cores claras e quentes. Meus pés me levaram até a padaria mais longe da minha casa. Eu antecipara uma multidão, escassez de mesas e funcionários cansados e estressados, mas fui completamente frustrada nas minhas expectativas. Eu era a única cliente. Cada um dos funcionários ocupava um posto muito bem definido e cumpria uma tarefa repetitiva: o moço à minha frente tirava sachês de açúcar de uma caixa e os armazenava em cestinhas, o outro moço lavava copos na pia, a outra moça trabalhava atrás da máquina de café expresso. Uma das atendentes veio conversar com o moço que lavava louça. Fizeram uma aposta. Se o time dela ganhasse, ele pagaria uma Coca-Cola pra ela. A moça da máquina de café pediu um copo. Um padeiro apareceu na porta da cozinha e pediu um gole do copo da outra. A moça do balcão gritou de lá de trás que também queria um copo de coca. A moça que estava fazendo a aposta percebeu que precisava gerenciar melhor os seus agregados, senão não sobraria nada pra ela. Confiante, apostou uma garrafa grande, apertaram as mãos e o padeiro sacramentou a aposta.

Foi assim que eu fiquei sabendo que era dia de jogo. E fiquei me perguntando se um copo de Coca-Cola era uma coisa pouco corriqueira pra esse pessoal.

Pedi o meu lanche e logo depois um outro padeiro abriu a porta da cozinha, exigindo a faca de cabo preto. Vamo, Isabela, eu sou dependente daquela faca, sem ela não posso cortar nada. Moça, seu lanche já vai sair, mas antes a gente tem que caçar aquela faca de cabo preto. Tá com você aí, Isabela? Ôh, home, não vê que eu tô mexendo com o pó de café, a tua faca num tá aqui! Só um instantinho, moça. Eita, hoje o povo tá afiado!

Me dirigi ao caixa, paguei, recebi o troco e me despedi. A caixa, sorridente, atendeu o cliente seguinte, que queria um maço de cigarros. Oi, tudo bem com o senhor? Não, tudo ruim. Por que? Porque o meu time vai perder. O senhor torce pro Palmeiras? Não.

No fim do jogo, saquei que o cara era um profeta. A Ponte Preta perdeu do Palmeiras. Só não sei quem ganhou a garrafa de Coca-Cola e quem teve direito a quantos copos e goles do líqüido escuro.

domingo, 27 de abril de 2008

Mais uma cicatriz

Lou, was machst du für Strapazen?
Seria a reação do meu pai.
Caiu de bicicleta?
É a reação mais comum. Tem gente que passou meses pensando que eu quebrei o pé num acidente de bike...

Pois é, caí. Eu tava andando na rua, e caí. Não lembro de tropeçar, nem pra onde eu tava olhando. Lembro de trupicar, dando uns quatro ou cinco daqueles passos enormes em direção ao chão, pensando 'opa, opa, ai, caramba!' Caí, levantei, vi o sangue na camiseta, passei a mão no queixo e fui pra casa. Da Unicamp até em casa, o pior foram os olhares das pessoas.
Junior me deu Própolis e óleo de copaíba pra limpar a ferida e ajudar na cicatrização. Lembrou que uma gaze seria adequada, e que era melhor eu não colocar esparadrapo, porque ele poderia abrir a ferida quando fosse retirado. Mas sem esparadrapo, o queixo ficava aberto. Eu não ia passar o dia segurando o meu queixo. Fui até a geladeira e peguei o tubo de Superbonder. Já ouvi dizer que cirugiões usam cola ao invés de darem pontos. Junior brigou comigo e eu botei a cola na geladeira de novo. Pus band-aid na ferida, pra mantê-la fechada e passei um dia sem mastigar, rir ou fazer determinados exercícios de Yoga.
Pronto, tenho mais uma marca de como a minha vida é cheia de aventuras: caminhar pelas calçadas de Barão Geraldo foi a minha mais recente.

segunda-feira, 21 de abril de 2008

Despedida


Stephanie se foi, eu voltei pra Barão e além de ter uma Oca vazia, é feriado nacional. Maravilha. Foram duas semanas cheias de programação: passamos por quatro estados, pedalamos (em Campinas), caminhamos, nadamos, remamos, escalamos e tenho a impressão de que o meu pé desinchou mais um pouco, depois de tanto exercício. Curtimos a companhia uma da outra, e o trio Olga - Steph - Yo deu super certo. O tempo ajudou bastante, e fora pequenos incidentes, como a pele na perna direita da Stephanie irritada em Paraty (água viva, corais, não sabemos), os joelhos doloridos em Alto Caparaó e uma dor de barriga na Stephanie por causa da comida em Cananéia, estamos bem. Pena que a Caverna do Diabo está fechada, mas Cananéia compensou a sede de paisagens deslumbrantes. Quando será que eu vou pro México, hein?

Stephanie is gone, I returned to Barão and, beside having and empty house for myself, it is a nacional holiday. Great. The last two weeks were full: we visited four states, cycled (in Campinas), hiked, swam, rowed, climbed and I have the impression my foot swell down a bit, after so much exercise. We enjoyed each other's company and the trio Olga - Steph - Yo worked out fine. The weather helped a lot, and some smaller incidents aside, like Stephanies itching right leg in Paraty (jellyfish, reefs, we don't know), painful knees in Alto Caparaó and Stephanies stomachache in Cananéia due to the food, we are fine. It is a pitty that the cave is closed, but for sure Cananéia compensated us with our desire to see wonderful landscapes. When will I travel to Mexiko?

Subindo paredes



Último dia no Brasil. Chega de ônibus, viagens, dormir em hotel, pousada, dores musculares e comer peixe estranho com molho de alho. Mas também não vamos ficar em casa vendo TV. E nem passear no shopping lotado num sábado de tarde. Vamos escalar um pouco. Na Casa de Pedra.

Last day in Brazil. Enough of bus, travelling, sleeping in hotels, pousadas, sore muscles and eating strange fish with weird garlic sauce. But we won't stay at home and watch TV. Or go to a crowded shopping mall on a saturday afternoon (the day per definition when people living in São Paulo flood shopping centers). Let us climb a bit. At Casa de Pedra (stone house, a gym).

Remando no Rio Una

Stephanie entende de barco, vento, correnteza, direção e o que mais for necessário pra alugar um barco e ir remando pelo Rio Una. A maré estava enchendo, então adentramos o manguezal a favor da correnteza.

Stephanie is familiar with things like the boat, wind, stream, direction and whatever else might be relevant for us to rent a boat and row up the Una River. The tide was high, so we passed the magrove following the stream.

Eu tinha aprendido a remar no Guaraú, mas a canoa era diferente, o remo era diferente e o parceiro era mais forte que eu. Quando voltamos pelo Una, contra a maré e vento, me surpreendi com a minha força e resistência. Mas isso não queria dizer nada. Estávamos nos movimentando num distinto zigue-zague. Olga remava ocasionalmente, pra dar uma força e fazer a Stephanie desistir de manter o curso da nossa embarcação. Depois que o pior passou, tentei aprender a remar de forma eficiente.

I had learned how to row in Guaraú, but the canoe was different, the row too and the partner was stronger than me. When we returned on the Una River, against the tide and wind, I was surprised by my strength and resistence. But this doesn't mean anything. We were moving in a nice zig-zag. Olga would row occasionaly, to give us a hand and cause Stephanie to give up the task of keeping the course of the boat. When the worst was over, I tried to learn how to row efficiently.
Mangue, mangue, mangue.
Mangrove.

Adeus, Cananéia

De manhãzinha partimos de Cananéia para Barra do Una, uma das minhas praias preferidas.

Early in the morning we left Cananéia and drove to Barra do Una, one of my favorite beaches.

O céu




Ilha do Cardoso

Eu. Metade das minhas pernas, pra ser mais precisa.

Me. Half of my legs, to be precise.

Supermacro é muito massa.
I love supermacro.
O rio que deságua no canal que circunda a ilha e dá no mar aberto.

The river that ends in the channel around the islands and flows into the open sea.

Andorinhas.

Swallows.

Sede do Ibama. Sim, a Ilha do Cardoso é área de preservação.

Ibama headquarters. Indeed, the island is a park.

Caverna do Diabo fechada

Chegamos em Eldorado de manhã e paramos no posto de informações turísticas. Então, o Ibama fechou todas as cavernas, sem exceção, por falta de manejo. Seja lá o que isso for, não adianta seguir os restantes 40km até a caverna, que os guardas não vão deixar entrar.

We arrived in Eldorado in the morning and stopped at the tourist information stand. Well, Ibama closed all the caves, without exception, due to whatever. No use driving the last 40km to the cave, the guards will not let us in.

Pegamos uma estradinha de chão pra Cananéia (SP 193) e pronto.

We took a dirt road to Cananéia and that's it.
Cananéia é uma ilha, então tivemos que pegar a balsa.

Cananéia is an island, so we had to take the ferry boat.

Na ilha não há praia com areia, coqueiro e caldo de cana, então decidimos ir de barco à Ilha do Cardoso. João foi o nosso guia.

On this island there is no beach with sand, palm trees and sugar cane juice. Thus we decided to go to Ilha do Cardoso by boat. João was our guide.



Penteado super fashion.

Cool hair style, hé!

Pé na estrada

Um quilômetro antes de chegarmos na pousada da Alani, o Valdir apareceu com o jipe dele e nos deu carona até a pousada. No dia seguinte, caminhamos 8,5 km até a Cachoeira da Andorinha (a ida foi meio traumática pra mim, que detesto cachorros, porque 7 cachorros nos acompanharam por 4 km: uma fêmea no cio e 6 machos brigando pelo direito de montá-la). Na volta, começou a chover uma chuva fina, e conseguimos carona até a pousada. Mais uma vez, a carona foi só de 1 km.

One kilometer before we arrived at Alanis pousada, Valdir appeared in his jeep and gave us a ride. On the next day, we walked 8,5 km until Andorinha (swallow, the bird) waterfall (the way there was a bit traumatic for me, who passionately hates dogs, because a group of 7 dogs accompanied us for some 4 km: one female (no idea how this state is called in English. I'll have to explain it, then. Sexually receptive seems correct) and 6 male dogs fighting for the right to ride her). On the way back, it started to drizzle, and we got a ride until our pousada. Again, just a 1 km ride.
Alani.
Rodoviária em Manhumirim. Manhuaçu significa 'rio grande' e Manhumirim significa 'rio pequeno', segundo o cobrador do ônibus de Alto Caparaó a Manhumirim.

Bus station in Manhumirim. Manhuaçu means 'big river' and Manhumirim means 'small river', according to the ticket-collector of the bus from Alto Caparaó to Manhumirim.

Pegamos o ônibus das 17:40 e chegamos por volta das 8:00 no Tietê e antes das 10:00 na casa da Olga.

We took the 17:40 bus and arrived at around 8:00 in São Paulo and before 10:00 at Olgas place.

The long and winding road

A descida até a Tronqueira foi relax, com direito a cachoeiras bonitas. Mas assim que começamos a descer pela estrada que tínhamos subido de jipe, os joelhos começaram a reclamar. O meu joelho esquerdo mais que o direito, porque o dia todo andei preservando o meu pé direito.

The way down to Tronqueira was OK, and we could see some nice waterfalls. But the moment we started to go down the road we came up in a jeep, our knees began to complain. My left knee hurt more than the right one, because all day long I was trying to preserve my right foot.



Pico do Cristal, o nono mais alto, com 2.770m.

Pico do Crsital, the ninth highest, with 2.770m.

Stephanie descia de costas, eu em zigue-zague. Josias ia no mesmo passo de sempre.

Stephanie went down backwards, I in zig-zag and Josias at the same ususal pace.

A descida de 9km foi a mais dolorosa. Próxima vez confiarei no guia quando ele disser que cansa muito. Mas provavelmente vou preferir voltar caminhando que sentadinha num jipe.

The 9km descent was the most painful part. Next time I will trust the guide, when he says it makes you tired. But I will probably prefer to return walking instead of sitting in a jeep.
A Face de Cristo, outra encomenda fotográfica do Josias.

Christs Face, another photographic order Josias made.

2.892 m

Conforme nos aproximávamos do pico, a neblina nos trancava a visão. Josias tinha explicado que na subida, a água não mata a sede, porque conforme a gente sobe, tem menos oxigênio, então tem que beber mais água. Mas quando desce, a sede dimenói.

As we came closer to the peak, the fog blocked our sight. Josias had previously explained that on the way up, the water we drink does nos kill our thirst, because as we climb up, there is less oxigen, so we have to drink more and more water. But when we go down, the thirst demeneshes.

Achou Josias e Stephanie na foto?

Did you identify Josias and Stephanie on the picture?

Vento frio pracarai.

Coooooooold wind.

Josias disse que o Pico da Bandeira já tinha sido o mais alto do Brasil:

Josias said the Pico da Bandeira has once been the highest mountain in Brazil:

Quando D. Pedro II veio aqui no Brasil, mandou botar uma bandeira no pico mais alto do Brasil, e fincaram uma bandeira bem aqui. Mas aí descobriram o Pico da Neblina, e então o Pico da Bandeira virou o segundo mais alto do Brasil. Aí depois descobriram o Pico 31 de Março, e o Pico da Bandeira passou a ser o terceiro mais alto do Brasil.

When D. Pedro II came here to Brazil, he ordered someone put a flag on the highest peak of the country, and they put the flag right here. But then they found out about the Pico da Neblina, and so our Pico da Bandeira became the second highest of Brazil. After some time they discovered the March 31st Peak, and the Pico da Bandeira became the third highest in Brazil.

Mas Josias, não é que este pico foi o mais alto, depois encolheu e passou a segundo, e depois a terceiro. É que as pessoas não sabiam da existência dos outros dois na época.

But Josias, it's not that this has been the highest, then shrinked to second position and then third. It is just that at that time people did not know about the other two.

Não, quando D. Pedro II veio aqui no Brasil, mandou botar uma bandeira ...

No, when D. Pedro II came here to Brazil, he ordered ...

Josias, o Pico da Bandeira sempre foi o terceiro mais alto do Brasil.

Josias, the Pico da Bandeira has always been the third highest mountain in Brazil.

E sempre será!

And always will be!



Não deu pra ver tudo ao mesmo tempo. Uma vez abria uma brecha aqui, depois ali, daqui um tempo acolá, e a nossa imaginação juntava tudo num mar de montanhas ensolaradas.

We could not see everything at the same time. Once there was a hole in the fog here, then there, after a while over there. We had to join all these pieces of landscape in our imagination and create a sea of sunbathed mountaintops.

Ligeiro, ligeiro, ligeiro, antes que as nuvens voltem a se fechar!

Quick, quick, quick, before the clouds close again!

Na trilha

Este é o marco oficial do Caminho da Luz. Sim, a subida ao Pico da Bandeira é o último trecho, a coroação do Caminho da Luz, que começa em Tombos e demora uns 7 dias.

This is the official sign of the Caminho da Luz (Path of Light sounds worse...). In fact, the way to the mountain top is the last part, the coronation of the Caminho da Luz, which starts in Tombos and takes about 7 days walking.

Outros marcos na trilha.

Other signs on the path.

Flores.
Flowers.

Musgo-cactus no supermacro.

Moss-cactus viewed through supermacro.

Terreirão

Este é o rancho onde não dormimos. Ainda bem. A cama na pousada da Alani estava ótima.

This is the rifugio where we did not sleep. Thank Goodness! The beds in Alanis pousada were great.
Pausa para mais um cigarrinho de palha.

Pause for another cigarrette.

Vista do Pico da Bandeira.

View of the Bandeira Peak.