domingo, 29 de março de 2009

Freecycle

Eu tinha anunciado a venda dos meus alforjes aqui, por e-mail pros amigos e no Mercado Livre. E nada. Anunciei a doação dos alforjes no Freecycle de São Paulo e na mesma noite recebi um monte de e-mails de candidatos à doação. O que mais me impressionou foi que sete mulheres e três caras me escreveram. Mais que o dobro de mulheres! Muito/as me escreveram que detestam a mochila nas costas, que carregam muito peso quando pedalam e que comprar alforjes sai caro. Pra mim isso é indicativo de que bicicleta não é mais tão coisa de homem nem necessariamente ligada a lazer/esporte. É meio de transporte.

Não acho que estou perdendo dinheiro ao doar os alforjes. Estou dando um presente a uma pessoa desconhecida. Me dá mais satisfação.

Nenhum comentário: