domingo, 8 de março de 2009

Amarilda na estrada

Saímos de Barão às 7:30 e chegamos em São Paulo por volta das 13:30. Foram 104 km pedalados em 4 horas e 42 minutos, numa velocidade média de 22km/h. Primeira vez que usei os meus alforjes à prova d´água. São ideias. O calcanhar não pega no alforje, a traseira dele não entra nos raios, o fecho é de dobrar e são amarelos!
Depois de uma hora fora de casa, resolvi investigar o que era aquele barulhinho ocasional e porque as marchas não estavam entrando quando eu queria e porque a roda de trás não parecia se mover só pra frente. Raio partido. Raios que o partam! Não ouvi o estouro, nem sei se foi hoje. Mas a Amarilda foi firme.
Bebi 2 litros de água na estrada, fui ultrapassada por 10 speedeiros (eu contei) e muitas (bem mais que 10) mountainbikes em carros indo pra altura do Hopi Hari. Desconfio que hoje foi dia de competição.

Nenhum comentário: