quinta-feira, 23 de julho de 2009

Difícil

Ser pedestre em Porto Velho
Gastar tanto dinheiro de uma vez
E não ver fim para os gastos.
Difícil pedir ajuda.

Mas tenho esperança que dê tudo certo.
Vou pra São Paulo de ônibus
Pra não gastar tanto dinheiro
Só tinha 3 lugares vazios.

Não tenho certeza se é o melhor a fazer
O sol já queimou a minha pele
e o que tem embaixo dela entrou em curto-circuito.

Não sei quando vou tomar posse nem
Quando começo a trabalhar
Quando começo a receber
Aulas de quê que eu vou dar.

5 comentários:

Anônimo disse...

Olá, como assim ser pedestre, vc não levou a bicicleta? De vez em quando leio o seu blog mas acho que perdi alguma coisa... Boa sorte pra vc na nova cidade! T.

Anônimo disse...

Hi Lou,

ist das Gesicht von dir oder hast du nur den Verfasser vergessen?
Wie geht's dir? Weisst du schon wann du wieser nach Deutschland kommst?
Melde dich mal!

Gruss
Werner

iglou disse...

Oi, T.
As minhas bicicletas estão em São Paulo e vão de caminhão pra PVH.
Nos dias que passei lá, pensei em comprar uma Barra Forte tipo cargueira, com caixa de feira e tudo, pra usar pra fazer compras de mantimentos e mudas.

iglou disse...

Werner, Mensch!
Ich kann keine Gedichte schreiben. Es sieht nur so aus wie ein Gedicht, ist aber gar keins.
Du, ich muss in Porto Velho zuerst richtig ankommen, dann, wenn ich erst mal dicke verdiene, kann ich an internationale Reisen denken.

Mazu disse...

ei, e essa prosa recortada!