terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Pedalando na cidade

Percebo agora que passei um ano no 'país das bicicletas' e me acostumei com as regras de trânsito de lá. Agora que pedalei com uns caras que não fazem o que os holandeses todos fazem, percebi como internalizei coisas básicas do trânsito, como por exemplo
  1. sinalizar que vou mudar de direção
  2. pedalar sempre pelo lado direito da via,
  3. não me deixar espremer na direita, mas ocupar o meu espaço na rua
  4. não pedalar na contramão
  5. não pedalar na calçada.
Fomos em 3 até os estádios. Nunca tinha ido no estádio da Ponte Preta ou do Guarani (um do lado do outro), subido até a linha do trem pra ver os estádios de cima e ver o trem de carga passar. Nenhum de nós estava usando capacete, mas isso não me incomodou. Me incomodou não saber o caminho e não ser avisada previamente pelos meus companheiros. Me incomodou eles pedalarem muito na defensiva, meio que pedindo licença aos motorizados por usarem a rua num fim de tarde de domingo. Me incomodou eles não terem luzinhas (um só tinha a traseira, o outro não tinha nenhuma).
Tenho plena consciência de que os motoristas não estão acostumados a dividir a via com ciclistas, mas percebo que sou respeitada quando sinalizo as minhas intenções com o braço. Sou encarada como parte integrante do trânsito.

Nenhum comentário: