segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

Die weisse Massai

O filme é baseado na história verídica de uma mulher suíça que foi passar as férias no Quênia com o namorado, se deslumbrou com um guerreiro massai todo paramentado, despachou o namorado e foi atrás de sua fulminante paixão.

Atravessar meio mundo atrás de uma pessoa que se viu duas ou três vezes, sem confiança nos próprios sentimentos ou esperança que sejam correspondidos me lembra Cold Mountain. No caso da massai branca, a pessoa não faz essa jornada por amor, mas por orgulho, obrigação consigo mesmo, para conhecer os próprios limites.

Carola finalmente é encontrada por Lemalian, que decide que ela ficará com ele. Ele faz parte de uma tribo e vive lá longe. Ela vai com ele. Quase não há diálogos entre os dois. Ela fala mais alemão que inglês com ele. Inglês é uma das línguas oficiais do Quênia, portanto Lemalian fala inglês além da língua falada em sua tribo. Ela sabe inglês, mas discute com ele em alemão. Vai entender. Muitos conflitos culturais poderiam ter sido evitados se os dois conversassem sobre suas diferenças culturais numa língua que os dois entendessem.

Carola tinha sido dona de loja na Suíça, e agora resolve ser dona de venda numa tribo no meio da paisagem empoeirada do Quênia. As coisas não dão certo porque é feio trocar comida por dinheiro com os familiares, amigos e conhecidos. Comida pra conhecidos é presente, não mercadoria. Lemalian pendura as aquisições de todo mundo na conta, o que acaba falindo a loirinha. Lemalian tem acesso à bebida e dá vazão à sua necessidade de rebaixar essa mulher que olha diretamente no olho de todos os homens, que dirige um jipe (ele tentou uma vez, foi colidir com uma árvore e acabou a história de Lemalian ao volante), que quer tocar uma venda e ganhar dinheiro às custas de seu povo.

Carola fala alemão, não aprende a língua local, não se interessa pelos costumes daquele povo, abre uma venda, ensina Lemalian a beijar e "fazer amor". Como Carola pode ser considerada uma massai? Ela não assimilou nem respeitou nada da cultura massai. Num momento crítico, Lemalian se veste de camiseta e calças, corta o cabelo e se apresenta a ela. Will you respect me now? Ele se transforma num europeu, não ela numa massai.

Nenhum comentário: