segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

Última pedalada do ano

O Keki tinha uma bici (não é bike, é bici) encostada numa parede da lavanderia. Enchi os pneus, repuxei os cabos dos freios e removi as teias de aranha e o pó. A bici é muito pequena pra mim, e apesar de me sentir como um urso de circo, embarquei numa grande pedalada em direção do Caracol, em Canela. As nuvens carregadas iam se amontoando devagarzinho, mas eu nem dei bola. Entrei na estrada de terra e observei como os meus braços iam ficando vermelhos. Ou do sol de chuva, ou de tanto chacoalhar. A bici do Keki não tem suspensão.
Num dado momento, o céu rasgou e começou a chover. A minha preocupação era a câmera que não podia molhar. Achei essa pilha de lenha e enfiei a pochete com a câmera dentro numa das frestas e apreciei um bom banho de chuva. Bah, que coisa mais gostosa, tomar banho de chuva com água limpa e fresca num dia de calor abafado!
Não cheguei até o Caracol, nem tenho noção de quantos quilômetros pedalei, porque o mais da hora foi o banho de chuva mesmo.

Nenhum comentário: