quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Claro demais

Trabalhar de madrugada é muito legal. Não há distrações, só silêncio, concentração e escuridão. De madrugada não aparecem e-mails te informando de prazos curtos, e não há nada pra se fazer fora de casa em Barão Geraldo. Tudo bem, não precisa trabalhar de madrugada. Ficar acordado assistindo seriado americano em DVD também vale, pra se ter uma sensação quase heróica de que se vai dormir depois das 3 da manhã.

O problema é acordar no meio do dia seguinte, em plena claridade e pleno calor. É esmagadora, a sensação de que está tudo errado, de que o dia está completamente perdido, de que é preciso voltar a se acostumar ao ritmo mais natural.

Amanhã (hoje, na verdade) embarco para uma longa viagem a Gramado. Minha vó será condescendente comigo no primeiro dia, me deixando dormir até às 9 da manhã, em virtude da noite mal-dormida no ônibus. Mas nos dias seguintes, espera que eu tome café da manhã às 8. Maldita hora em que fui me encantar com a madrugada!

Nenhum comentário: