sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Massa

Foto não-minha: roubada de não sei onde

Equitéria entrou na sala e me trouxe essa manga no intervalo da nossa aula. Enquanto ela me dava a manga, Terra ficava na porta, dizendo que a Equitéria era uma puxa-saco. Agradeci pela manga e me espantei com sua consistência. Perguntei se tava madura mesmo, porque tava muito dura pros meus parâmetros de manga. Tairine levantou a cabeça da mesa e me explicou que essa manga era assim mesmo. Essa é a manga massa. Deixei a manga na mesa e continuei a ler o livro que estava no meu colo. Nani veio e sentou na mesa da manga e começou a brincar com ela. Avisei que eu ainda pretendia comer aquela manga, e que ela não precisava amaciar a fruta. Foi mal, professora.

Quando comi a manga, fiquei em dúvida. Tairine tinha dito massa ou maçã?

Caro leitor, percebeu que as pessoas nativas do norte têm nomes incomuns e que o meu nome agora é 'professora'?

2 comentários:

caculinha disse...

A concistência era de macä entao, ou o que? Muito massa meu...

tens internet agora de novo?

Abraco!

iglou disse...

Du hast es erfasst. Consistência e quase até crocância de maçã.

Sim, tenho internet. O que aconteceu foi que, com a ajuda de uma moça do Uol - ou era Oi? - que me mandava fazer as coisas pelo telefone, eu desconfigurei o modem. Aí no dia seguinte, fui na loja onde comprei o modem e o cara resetou e configurou tudo de novo.