quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Holambra

Moinho e palmeira, que combinação mais inusitada. Bem-vindo a Holambra!
O portal da cidade segue o estilo de arquitetura tradicional holandesa.
Alegria, alegria!
Paramos numa estufa em que se vende flores e folhagens.
Almoçamos pannenkoek. Panqueca tipicamente holandesa: queijo, bacon, maçã e passas. Lá eu não comi isso, mas aqui, em Holambra, comi a panqueca mais tradicional dos Países Baixos.
Por cima, stroop, que é o melaço deles. Eles não têm cana-de-açúcar e fazem açúcar a partir de beterraba. Bom, dá pra ver que esse stroop é importado diretamente da Holanda. Nas colônias alemãs no sul (SC e RS) não se encontra produtos alemães, nem muitos alemães nascidos lá. As colônias são mais antigas e já se adaptaram às condições daqui, reinventando a Alemanha que muitos nem conheceram, aqui. Holambra é mais recente, e deve contar com holandeses que nasceram na Holanda e trouxeram as coisas de lá.
Mas nem tudo é original. Cortinas nas janelas, por exemplo, ainda por cima de renda, não existem na Holanda que eu conheci.
Cores vivas desse jeito nas fachadas também são tropicais demais pra Holanda.
Bom, se não fosse fachada, o brasão eu vi aos montes.

Nenhum comentário: