quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Esportes de aventura

No espaço de 15 km entre o centro de Socorro e a divisa com Minas Gerais, seguindo o Rio do Peixe, há uns 6 ou 7 parques. Parque cobra entrada, mas tem banheiro, piscina, lanchonete, monitor e atividades.
As atividades são esportes de aventura: tirolesa, escalada, rapel e pêndulo são os que se utilizam do equipamento usado pra montanhismo. Tem ainda arborismo (ou arvorismo), esportes aquáticos, tipo bóia-cross, rafting e canoagem, além de vôo livre e trecking. Todos esses esportes demandam a ateção e o tempo de um monitor, portanto custam de 15 a 40 reais.
Nós não pagamos pra nos aventurarmos no Parque dos Sonhos.
Vista pra Pedra Grande, o ponto de onde saem duas tirolesas.
Isso é uma estrutura de arborismo. Se cair, cai na lagoa, onde o Rogério mantém e engorda 4 toneladas de peixe. São peixes de toda espécie, que são criados aqui e mandados pro Rio do Peixe. Mês passado mil peixes foram soltos no rio. Isso é um projeto de uma Ong com o Centro de Aventura Rio do Peixe. Muito da hora essa iniciativa de repovoar o rio! Aliás, o Rogério e família são gente muito consciente do ambiente. Reciclam tudo, conversam sobre aquecimento global, lixo, reflorestaram toda a área deles e brigam por uma boa qualidade de vida.

Nenhum comentário: