quarta-feira, 23 de junho de 2010

Estiagem

Isso aconteceu no dia do último jogo que parou o Brasil. Às 10 da manhã a parede externa da casa estava tomada de formigas. Achei super doido, porque eu nunca tinha visto isso.

Reparei que a umidade relativa do ar tava alta, quase opressiva. Liguei o computador pra conferir a previsão do tempo. Já fazia um mês, mais ou menos, que não chovia. A previsão praquele domingo era de 0mm de chuva. 

Ao meio-dia as formigas tinham se recolhido. Heloisa veio e ficamos trabalhando. Na casa dela, seria assado um carneiro, um telão tinha sido instalado na cozinha e a parentada já estava fazendo barulho. Ela tinha perguntado se na minha casa haveria silêncio. Garanti a ela que a TV ficaria desligada. 

Pouco antes do jogo, o céu desabou. Choveu forte e por meia hora. Depois disso, contamos os três gols do Brasil. O da Costa do Marfim não registramos. Achei legal que algumas previsões pouco óbvias se concretizaram: (i) as formigas anunciaram a chuva em pleno período de seca, (ii) ignorei mais um jogo que hipnotizou o Brasil todo, (iii) não trabalhei sozinha no domingo de tarde.

2 comentários:

Mônica disse...

É bom conversar com alguém que entenda de formigas, Lou. Recentemente, tive um problema com formigas aqui em casa e descobri que existem formigas que se abrigam na madeira, como cupins. Para minha sorte, as que se instalaram em casa não eram desse tipo.

iglou disse...

Tranquilo.
Essas formigas aí estavam entre o piso e o alicerce, comendo terra. Foi o que o cara que jogou veneno nelas disse.