sexta-feira, 25 de junho de 2010

Sorte de passarinho

Mais uma vítima da Akari. Quando abri a mão, saiu voando. 
Os calangos costumam não ter essa sorte, os grilos são lesados a ponto de não coseguirem se locomover e as borboletas morrem entre os dentes da gata. Akari ficou miando sua inconformação pra cima de mim, mas pôxa... é o que dá trazer a caça pra dentro do escritório.

4 comentários:

Mônica disse...

Puxa, muita sorte do passarinho! Geralmente os gatos mordem de um jeito que o bichinho acaba morrendo...

iglou disse...

Obrigada pela inspiração pro título da postagem!

Ma disse...

Wie schön, das Bild! Lou, ich will dich heute mal mit der Oma anrufen, damit sie dich sieht und auch mal mit Skype telefoniert mit ihren 91 Jahren! Wenn du soweit bist, kannst du dann mal kurz anrufen, (damit ich es unten höre)? Ich gehe dann mit ihr nach oben und wir sprechen miteinander. Ok?

Kapa disse...

Comigo, nesse fds, foi um pardal que vinha quietinho quietinho na boca da gata e que depois de eu correr atras, ela acabou largando ele e ele voou!
Fora isso, são lagartixas que ela traz de prenda pra dentro de casa ... raça da gata!
K