sábado, 17 de setembro de 2011

De noite na greve

Reitoria iluminada de noite
Greve branca
Tínhamos combinado de passar filmes sobre democracia, liberdade e revolução todos os dias que durasse a greve pelo cineclube. Assim engrossaríamos as atividades culturais durante a greve. Primeiro decidimos passar curtas do Jorge Furtado no campus. As bolsistas foram ao campus e viram que estava vazio.
Greve por tempo indeterminado
A estratégia foi mudar o local de exibição dos filmes pra escadaria da Reitoria. Uma banda tocaria depois dos curtas. Só que, como toda sexta-feira, tinha samba no Mercado Cultural, logo abaixo. Não dava pra competir com o som deles, então o local da exibição foi transferido pra praça Aluízio Ferreira.
Ninno preparando a exibição
A exibição de curtas do Jorge Furtado (Ilha das Flores é seu filme mais conhecido) aconteceu depois de alguns contratempos e atraiu o povo da praça. Semear cultura e colher revolução.

Nenhum comentário: