segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

As hortênsias do meu tio




A língua é patrimônio de todos. Por isso todos se sentem no direito de afirmar o que é certo e o que é errado na língua, quais são as regras, infrações e penalidades. Quando alguém se identifica como linguista, alguns sentem curiosidade de saber o que essa pessoa, que tomou a língua como objeto de estudo, tem a dizer. Mas outros continuam presos aos seus paradigmas, gritando a plenos pulmões o que esperam de uma língua e seus falantes.

Nem todas as hortênsias são azuis, nem todas as hortênsias da mesma muda são iguais, nem todas as hortênsias têm flores de quatro pétalas.

4 comentários:

Mônica disse...

Obrigada pelas hortênsias! Lindas!

Ouvi dizer que as cores das hortênsias variam de acordo com o pH da terra. Talvez seu tio possa confirmar (ou não), essa história.

bjs

ogum777 disse...

pequena lou. estou em ctba, e amanhã vou a rio negrinho, no nortye de sc, na serra, onde há muuuuuuuitas hortênsias. depois estico de bike pra alguma praia de sc, onde não deve ter hortênsias.

se na volta passar por sp, diga o dia, marca-se alguma pedalada, bike arranja-se.
[]s

iglou disse...

Odir,
estou satelitando SP até dia 10 de janeiro. Depois disso vou e só volto nas próximas férias.

ogum777 disse...

josta!
cheguei aqui em 12/01! e a evelyn já dedou meu nome!

nos vemos ano que vem. no sul, que é pra lá que vou!