sábado, 18 de dezembro de 2010

Fim de semestre

O paciente chega pro médico e pede que ele altere o resultado do exame de colesterol, porque aquele número alto é muito preocupante. Se aquele número ficar lá no exame, outros médicos se sentirão no direito de pedir que o paciente faça dietas, exercícios e mais exames.

* * *

O candidato não comparece ao exame psicotécnico e insiste com o fiscal do Detran que é saudável, que não fez o exame psicotécnico porque aquele exame não faz sentido.

* * *

O paciente chega na sala de exames e pergunta se não pode fazer outro exame, qualquer um serve, porque tem muito medo de saber se tem HIV ou não. A enfermeira confere quais exames foram pedidos pelo médico e responde: aqui está pedindo só o teste de HIV.

* * *

O paciente passa um mês no hospital, vê o médico todo dia, observa como outros pacientes conversam com ele, mas é tímido demais para perguntar se pode seguir o tratamento com seus remédios caseiros. Sai do hospital, toma seus remédios caseiros e não melhora. Volta ao hospital dizendo que o médico não lhe deu atenção.

Um comentário:

meandros disse...

Ótimo, já entraram no meu repertório.

Minha visão de inferno para professores passa por suplícios eternos envolvendo alunos chorando porque ficaram por cinco décimos ou por três faltas...