quarta-feira, 18 de agosto de 2010

É grave

O reitor da Unir suspendeu as atividades no campus por três dias, devido à fumaça das queimadas. Hoje, quinta e sexta não haverá atividades de ensino, pesquisa e extensão na Unir Campus. A notícia saiu na página da Unir hoje mesmo. A partir das 15:00 de hoje não circularão mais ônibus ligando o Campus com a cidade.

Na Unir Campus o problema da fumaça das queimadas é mais grave que na cidade, porque do lado do campus fica o lixão da cidade. Uma das estratégias de não permitir que a montanha de lixo cresça indefinidamente é queimar tudo. 

E haja pulmão pra suportar tanta poluição. Já ouvi dizer que a poluição em Porto Velho está pior que a de São Paulo. Ouvi dizer também que no ano passado havia 400 focos de queimada no inverno e que nesse ano tem 5.000. O nariz parece petrificado, a garganta engole essa fumaça, a cabeça dói.

5 comentários:

Mônica disse...

Lou, com essa quantidade de fumaça é muito importante manter o ambiente em que vc está bem úmido. É bom comprar um umidificador ou coisa parecida.

Também é importante que vc faça menos exercícios menina, pois quanto mais vc se exercita, mais fumaça vc respira.

É bom atentar para a Akari, também. Ela tem pulmões menores e o estrago pode ser mais rápido. É bom mantê-la em casa, em um ambiente mais úmido.

Ah! Cuidado com o ar-condicionado: geralmente esses aparelhos deixam o ar mais seco ainda.

Natalie Rios disse...

Nossa Lou!
Campinas não tá muito melhor.
Muita gente doente essa semana, eu acordo como se tivesse respirado areia a noite toda, tudo ressecado.
Hoje vou testar a toalha molhada no quarto.

Foram registrados 20 focos de queimada em Campinas ontem!

iglou disse...

Mônica

Fica tranquila que a Akari passa o dia dormindo em casa. De manhã ela me acorda histericamente às 6:30 em ponto.

Não vou comprar umidificador de ar na Amazônia. Isso é um contrasenso. O problema maior que a secura é a poluição do capeta. O segundo problema é o jeito que a gente acorda. A minha primeira palavra que eu pronunciei anteontem foi um palavrão. Isso é grave.

Natalie, valeu a dica. Já enchi um balde de água pra ficar no quarto.

Natalie Rios disse...

A alternativa dessa noite foi eficaz: toalha de banho ensopada, pendurada em cabide próximo a janela, e quarto absolutamente vedado!

Mais pro fim do dia descobri a sensação que estava: de ter dormido num sarcófago.

Matias Mickenhagen disse...

Realmente umidificador de ar aí é complicado. Que coisa esse lance de ganhar e ganhar terras a qualquer custo mesmo que tenha x terras abandonadas por ai. Detonar mais e mais ambientes naturais que depois mudam micro e macro climas prejudicando as culturas em terras que já estão prontas para cultivar mas onde isso não é feito. Muito louco esse bicho homem.
Um abraço ai, desejo que as chuvas caiam logo.