quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Revolução

Engraçado como o cineclube deLírio às vezes se dobra sobre si mesmo. Quando fomos expulsos aos gritos pela professora loira tingida, o filme que estava passando era Onde sonham as formigas verdes, um filme de resistência dos aborígenes contra os tratores, empreiteras e construtoras.

Ontem, quando as atividades no campus já tinham sido suspensas, foi decidido que daríamos início à nova temática chamada Revolução. E veio gente pra assistir Soy Cuba. Quando o filme acabou, éramos os únicos no campus. O portão estava trancado e havia um guarda plantado na guarita. O ônibus só passava de hora em hora e não entrava na universidade. Voltamos todos de carona com gente que nem tava na sessão, mas esperou a gente terminar a discussão pós-filme. Participar do cineclube ontem foi um ato revolucionário.

Um comentário:

Érika Lima disse...

Viva a revolução!!