terça-feira, 3 de agosto de 2010

Der Weg ist das Ziel

É apertado. É muita gente ocupando um espaço desconfortavelmente diminuto. É barulhento, mas o ruído é considerado normal. Funciona como um mecanismo de relógio. O que faz tudo funcionar é a competitividade, a certeza da individualidade, a vontade de vencer - antes mesmo de garantir a sobrevivência. Caminhar aqui significa sumir na massa, acompanhar o fluxo, abrir caminho com os cotovelos. Formas de autodefesa são salto alto pontudo, máscara colorida no rosto, sorriso automático, trava nos vidros, insul filme, buzina estridente e lataria robusta; mas acima de tudo, o medo. Por causa dele, as ações são desconexas, a necessidade de entretenimento é enorme e o foco fica pulverizado. Caminhar aqui significa armar-se constantemente contra os outros.

Também estou armada. Estou munida de memórias, conversas e inquietações. Aos poucos, vou me desprendendo da massa e caminhando por conta própria. Eu decido por onde vou e em que ritmo. O ponto ou o tempo de chegada não importam. É preciso caminhar. Conforme posiciono pé ante pé, percebo como a sola do sapato se desfaz. Deixo um rastro de borracha e os meus pés sentem o asfalto, a terra úmida, a grama macia. As alças da mochila rasgam na altura dos ombros e deposito o peso das costas no chão. Caminho com mais velocidade e leveza, sinto que meus joelhos são molas. As mãos se incham ao lado do corpo, equilibrando a coluna vertebral. Já não há mais pensamento. Já não existe palavra alguma. Sou um corpo em movimento que obedece às irregularidades geográficas, forças eólicas e um relógio biológico.

4 comentários:

Ma disse...

schön dein Text und schön dein Bild. Heute ist der Geburtstag von deinem Opa.
"Schön das Bild" ist natürlich fast etwas zynisch, denn diese rote blanke Erde - das ist sicher nicht gerade umweltfreundlich und sieht nach Rodung aus. Schön, weil es symbolische Kraft hat. Der Wald rückt immer weiter in den Hintergrund.
Aber dein Text ist wirklich schön. Ich habe mich darüber gefreut. Es erinnert mich an deine ersten wirklichen Schritte...

iglou disse...

Du siehst, ich bin nicht traurig wieder hier oben zu sein.

Matias disse...

Also irgendwann kriegst de mal auch Besuch. Obwohl ich gedacht hab du schreibst über São Paulo...
um bj

iglou disse...

Du bist herzlich willkommen!
Was sagt dir, dass ich nicht über São Paulo geschrieben habe?