quinta-feira, 7 de julho de 2011

Vestígios da mudança

Mudei pra Murici em abril, e só agora as coisas começam a se encaixar e entrar nos eixos. Nas contas de água e luz vinha, desde maio, um aviso de conta pendente. Avisei na imobiliária, que avisou os ex-inquilinos. Disseram que iam pagar as duas contas. Fim de junho veio o aviso de corte de água e luz.

Tirar a segunda via da conta de água não foi difícil. Acessar a segunda via da conta de luz foi mais complicado, porque eu não sou a titular da conta (ainda vem no nome da proprietária). Tive que ir na Ceron (que agora é Eletrobrás). Peguei a segunda via na máquina e pedi pra atendente passar a conta de energia da Murici pro meu nome.

Ela entrou no sistema e verificou que tenho duas contas em meu nome: a Vila da Eletronorte e a rua Venezuela. Isso significava que a imobiliária ainda não tinha conseguido trocar o meu nome pelo nome do proprietário japonês da casa que alaga. O problema da imobiliária era que os dados estavam num prédio da Ceron que foi reformado, e aí demorou pra recuperar 'o morto'. E enquanto eu tivesse dívidas na Ceron, não podiam abrir uma nova conta (na Murici) pra mim. A atendente disse que também não podia tirar o meu nome da Vila da Eletronorte, porque o nome de alguém tinha que ficar no lugar. Expliquei que eu não queria ter que responder pelos débitos de terceiros (como aconteceu no caso da Venezuela), mas ela disse que não podia fazer nada por mim.

Fui na imobiliária com os comprovantes de pagamento das contas de água e luz de abril. A moça responsável pelo débito da Venezuela disse que tinha finalmente conseguido mudar a Venezuela pro nome do proprietário e que tinha trocado o nome da proprietária da Murici pelo meu. Saí de lá com um boleto modificado: o valor das contas não-minhas foi descontado do aluguel. Saí de lá deixando a moça da finalização da Vila da Eletronorte incumbida de tirar o meu nome da Vila da Eletronorte. Quando cheguei em casa, verifiquei que a Murici está no meu nome e que a Venezuela parou de me perseguir.

Nenhum comentário: