quinta-feira, 28 de julho de 2011

Volta às aulas

Por causa do processo seletivo para o Mestrado em Estudos Literários, nem me afastei da Unir nessas férias. Isso significa que a volta às aulas não foi um choque em relação à Unir. Hoje foi o terceiro dia da semana que eu passei inteirinho lá. O estranhamento é quanto à desertificação do campus.

A cantina - que às 11:30 já não dispunha mais de lugar livre (sentar na mesa com pessoas desconhecidas me obrigava a conhecer gente nova), - está praticamente às moscas. As calouradas calorosas que coloriam o campus estão bem discretas. A reunião de departamento de hoje não teve córum.

Na turma em que dei aula tinha menos gente que os xeroxes que eu tinha tirado. Eu estava curiosa em relação a essa turma, que conta com um aluno portador de Síndrome de Asperger. Achei o moço um cara bacana, e vi que ele vai cobrar mais paciência dos colegas do que de mim (porque eu o acho interessante). Ele pergunta muito, pede pra repetir, interpreta as coisas literalmente e costuma ecoar a última frase dele. Outra coisa que me chamou atenção foi que, quando convidado a contar por que tinha escolhido aquele curso, encenou uma longa estória (longa mesmo) cheia de frases repetidas. Depois da aula, ele veio apertar a minha mão e me disse que eu era mais bonita de perto. E é assim que começa o segundo semestre.

Nenhum comentário: