sábado, 1 de junho de 2013

Fixação no aparelho

Acordo de manhã com um ferro na boca, mal fecho a boca, e para fechá-la, o lábio inferior tem que subir um pouco mais que o normal. Não consigo assoprar, lamber os lábios ou passar batom (de manteiga de cacau) porque não consigo pressionar um lábio sobre o outro. Meus dentes estão se movendo, estão fora do lugar, meio desalinhados - e doendo. Passo o dia apalpando os dentes com a língua e chego à conclusão de que ter consciência dos dentes o tempo todo não é agradável. Quando Luis me pergunta se o café está bom, respondo que o calor do café interage com o metal do aparelho e quando ele pergunta se a comida está boa, descrevo a dificuldade de mastigar alimentos grandes, fibrosos, duros etc. É preciso escovar os dentes a cada refeição, porque o aparelho exerce muito bem o seu papel de reter partes de alimentos. Acho que mês que vem vou pedir ao dentista que coloque elásticos verdes, pra ver se orna com salsinha e cebolinha. Acho que estou falando menos, porque o atrito da parte interna d... (como chama essa parte do corpo entre lábio e nariz?) enfim, o atrito da boca com o aparelho incomoda. Ainda falta colar metal nos molares superiores e em todos os dentes inferiores.

Nenhum comentário: