sábado, 22 de outubro de 2011

Reitoria em falência

Primeiro cortaram o fornecimento de energia. Daí descobriram que não adiantava religar, porque o transformador estava condenado. A solução era o gerador. O gerador pifou. Foi consertado, mas diesel custa e não dura muito.

Anteontem cortaram a água.
 
MacGiver desfez o corte e a água voltou.

Hoje de tarde, depois que a Polícia Federal tinha ido embora após tentativa frustrada de negociação da reintegração de posse, vieram dois policiais à paisana. Um tomou a máquina fotográfica do prof. Narcísio, outro levou o prof. Valdir preso.

A janta de hoje na Reitoria foi arroz com ovo.

3 comentários:

Mônica disse...

Então vc ainda está fazendo piquete? E a visita das autoridades para averiguar o estado da universidade? Não deu em nada?

Matias disse...

putz, força de longe aqui... que saibam que o estado da educação é uma vergonha para todos. Melhores condições de trabalho para nossos professores já!!

iglou disse...

Piquete não. Os alunos ocuparam a Reitoria. Nós apoiamos os alunos e nos preocupamos com sua integridade física: tememos ações truculentas da polícia. Sexta passado um professor foi preso arbitrariamente.

A comissão do MEC ajuda a botar ordem na casa. Mas o processo é lento, já que a incompetência dos gestores é vergonhosa.