segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

A defesa de TCC da Rafaela

Foto: Sebastião. Minha barriga nem está aparecendo...
Hoje, 14 de dezembro de 2015, foi a defesa do TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) da Rafaela. O curso de Letras - Português ainda não formou nenhuma turma de TCC, por isso eu fiz o que a UNIR chama de "acompanhamento especial". Foi minha primeira experiência de orientação. Ver a Rafaela falando com desenvoltura para a banca examinadora (Geane Klein e Agripino Fonsêca) foi bastante gratificante. Mostra como ela mergulhou fundo e domina as questões que ela estudou e como o entendimento da linguagem amadureceu.

No primeiro semestre de 2015, quando eu estava ministrando uma disciplina chamada "Introdução às Ciências do Léxico", Rafaela me pediu que eu a orientasse. Pensei logo numa gravação que eu tinha de sujeitos afásicos respondendo a um teste de nomeação. Eram dados que eu não tinha analisado, mas que prometiam análises interessantes: ao ver a figura de uma pirâmide, um sujeito diz "múmia". Percebe que não é a palavra-alvo, reformula e diz "esfinge". Tentamos ajudar, fornecendo um contexto sintático: "eu vou no Egito, visitar as ... ?" A resposta é uma aventura em termos de redes semânticas: "Cataratas!"

Rafaela animou, escolheu bem os dados, leu os textos da Neurolinguística, da Lexicologia e Linguística Cognitiva, analisou os dados com o ferramental teórico disponível e foi apresentar o trabalho dela num congresso de Semântica Cognitiva. No período em que estive de repouso por causa da gravidez de risco, ela foi a primeira a me visitar em casa (e trabalhar no texto: tanto para publicação nos anais do congresso como para o TCC).

Não tivemos qualquer problema com a escolha dos membros da banca, pelo contrário, foram muito solícitos e logo responderam entusiasmados que tinham lido e aprovado o trabalho. A defesa hoje consistiu na apresentação da Rafaela e uma chuva de elogios e agradecimentos. Fico muito feliz de encerrar o ano letivo assim.

Nenhum comentário: