sexta-feira, 13 de junho de 2014

Manifestações durante a Copa

No primeiro jogo da Copa, a Croácia jogou contra a FIFA, não contra o Brasil:
  • o único gol dos croatas foi anulado em virtude de uma falta no mínimo polêmica, 
  • a cotovelada de Neymar foi punida com cartão amarelo e não expulsão, 
  • todos concordam que Fred não sofreu falta, portanto não merecia pênalti, mas cartão amarelo pela dissimulação.

No Jornal Nacional, Galvão Bueno disse que o pênalti não alteraria o resultado final que era a vitória do Brasil. A edição de ontem do Jornal Nacional foi, exceto pelo boletim do tempo, unicamente dedicada à Copa. Não foi apresentada outra notícia além de novelinhas ligadas ao futebol.

E as manifestações? E o "não vai ter Copa?" A Globo não mostrou nada. Não é que não teve: teve muito pouco em comparação com a Copa das Confederações do ano passado.

Os croatas depredaram o vestiário depois do jogo. Os croatas agora são vândalos, arrauceiros, baderneiros, Black Bloks? Os jogadores da Croácia foram injustiçados e jogaram um jogo comprado, apitado por um juiz vendido. A Globo não mostrou, portanto não existiu.
Imagem encontrada na Carta Capital
No finalzinho da abertura da Copa, o curumim, uma das 3 crianças que soltou pombas brancas do meio do campo de futebol, ao retirar-se campo, abriu uma faixa exigindo demarcação das terras indígenas. A televisão não mostrou essa cena. As manifestações estão acontecendo dentro do estádio - e a grande mídia não mostra.

Neste momento, os mexicanos estão jogando contra Camarões. A estimativa é de que o México seja um adversário mais ameaçador ao Brasil que os Camarões. A falta que rendeu a Neymar um cartão amarelo se repetiu nesse jogo e foi considerada como mera falta (e quem levou a cotovelada foi um mexicano). Dois gols (!) dos mexicanos foram injustamente - e a narração do jogo concorda que o juiz não fez jus ao ofício - anulados por causa de um impedimento que não existiu.

Se eu fosse a consciência dos jogadores mexicanos, não voltava do intervalo para o campo. Se a massa do povo não está nas ruas para se manifestar contra a ilusão que é essa Copa, espero que os jogadores que perdem do Brasil, da Fifa e dos juízes se manifestem.

Atualização: os mexicanos ganharam. Assim como os brasileiros ganharam ontem. Será que o placar influencia na disposição para se manifestar?

Um comentário:

Mônica disse...

Isso vai continuar acontecendo porque a copa já está comprada. Só a isenção de impostos que a Fifa teve, já é mais do que uma pista disso.

Além disso, nesse ano de eleição, com a Dilma sendo xingada em plena abertura da copa, imagina o que aconteceria se o Brasil perdesse o campeonato?