domingo, 28 de outubro de 2012

Em espera

Quanto maior o tempo de espera,
maior a esperança que chegue logo.
Paciência já acabou faz tempo,
a esperança agoniza antes de morrer.
Vai chegar, tem que chegar
só não se sabe quando.
Quem espera na parada de ônibus
passa a existir em stand by.
Toda a vida passa
e a pessoa fica parada, em espera.
Não é a perda (ou o ganho) de tempo que vale;
é a suspensão da ordem dos eventos no tempo
que paralisa.

Um comentário:

Luis disse...

“Alle auf das Recht anderer
Menschen bezogene Handlungen, deren Maxime sich nicht mit der Publizität verträgt,
sind unrecht”. I. Kant