sexta-feira, 11 de maio de 2012

Tempo de seca

A terra já rachou,
uma camada marrom de poeira se estende sobre tudo
dentro e fora de casa.
As plantas começam a amarelar,
a água da mangueira não vence a sede da terra seca.
Akari se esfrega na terra e fica toda marrom.
O calor faz o tempo se arrastar.
Meu pé  direito avisa que lá vem chuva,
mas ela não desce do céu.
Os mosquitos ensaiam sua orquestra.

Nenhum comentário: