sábado, 17 de dezembro de 2011

Enfim, férias

Meu avião sairia de Porto Velho às 3 da manhã e chegaria em São Paulo às 15h, ou seja, 12 horas depois. Perguntei se ficaria encalhada em Brasília ou Cuiabá e recebi como resposta um sorriso de condolências. Meu avião fez Porto Velho, Manaus, Belém, Fortaleza, São Paulo. Em Sampa tive uma hora de espera e peguei outro ônibus alado para Porto Alegre.

Quando o Antonio me buscou no aeroporto de POA, imaginou que eu estivesse morta de cansaço, afinal de contas, decolar e pousar tantas vezes pesa mais do que as horas de viagem. Nem registrei Manaus, Belém ou Fortaleza. Sonhei muito, em muitas imagens confusas, mas não é legal dormir sentado.

Porto Alegre se apresentou como uma cidade extremamente agradável. Arborizada, urbanizada, antiga e moderna, com gente bonita que fala um sotaque encantador. E quando Antonio ouviu minhas estórias do Norte, ficou claro que de todos nós, foi ele quem tirou a sorte grande. Que bom que ele está super feliz!

Nenhum comentário: