sábado, 12 de março de 2011

Essa terra

Essa terra de Rondônia é elogiada por alguns poucos poetas que lembram de histórias de Marechal Rondon desbravando a mata, retirantes fugidos da seca caminhando na floresta, o telégrafo como referência e caminho, o rio como fonte de riqueza.
Os românticos que me desculpem, mas lavar tênis, esfregar as meias e costas das camisetas por causa de uma garoinha é muito chato.

3 comentários:

Mônica disse...

Como assim? Essas manchas ficam da chuva? O que existe no ar para a chuva trazer assim?

iglou disse...

O que existe no ar é a terra. Ficou esquisito, mas nem todas as ruas de Porto Velho são asfaltadas. Muitas das ruas asfaltadas são esburacadas. Nas ruas decentemente asfaltadas, nem sempre existem calçadas. Isso contribui pra muita poeira no ar e lama em dia de chuva.

iglou disse...

Sim, esqueci de mencionar: e isso que a minha bicicleta tem paralama!