domingo, 27 de dezembro de 2009

Fungos no Shaoran

Quando eu peguei ele na Pet Shop, reparei numas escamas na orelha dele e avisei o veterinário. Ele disse que me daria um remedinho, mas acabou esquecendo. Em casa, notei que Shaoran tinha outras partes do corpo escamadas. Parecia caspa.

A caspa foi migrando no corpinho do Shaoran em crescimento. Comecei a achar aquilo estranho.

Sentada na mesa de uma pizzaria com um putz esparadrapo enorme na mão (para cobrir a pomada que cobria a minha ferida fungal), ouvi da Geane que o que eu tinha era impingio (ou impíngia, ou ainda escrito com outras letras). As filhas dela tiveram isso durante todo o tempo em que elas tiveram gatos. O fungo vinha das fezes dos gatos.

Philip duvidou dessa informação: se você limpa a caixinha deles duas vezes por dia, como pode haver fungos ali?

Associei as escamas do Shaoran aos meus fungos e voltei na Pet Shop. Sim, trata-se de um fungo, mas são fungos diferentes. Dê banho nele a cada 4 dias com esse shampoo por 3 semanas. Pôxa, isso é um castigo pra mim e pra ele. Ele detesta água e eu detesto ser arranhada.

2 comentários:

Mônica disse...

Lou, primeiro: Feliz Natal! E já vou deixando minha mensagem de ano novo: entre com o pé direito e que 2010 te traga muita saúde e felicidade.

Fungos: é a coisa mais chata para curar. Siga bem os conselhos do vet e da dermatologista, porque, na maior parte das vezes, as pessoas pensam que o fungo sumiu, que já estão curadas, mas o 'bichinho' só diminuiu, ainda não morreu.

Boa sorte para vc e para os gatuchos!

iglou disse...

Brigada, Mônica, você é o máximo! E que 2010 seja um salto para o futuro!!!