sábado, 1 de agosto de 2009

Pacote de exames para concurso

Resolvi pagar pra agilizar os exames médicos que eu tenho que apresentar pra ser contratada pela Unir. O pagamento era antecipado e correspondia quase ao meu último salário. Uma facada. Mas como é particular, o atendimento é VIP. Chego nos laboratórios e clínicas e apresento o meu passaporte de peregrina. A palavra mágica é Dr. Nava. Quando digo que venho pelo Dr. Nava, as outras pessoas que tinham consulta marcada pra 2 horas atrás me olham com rancor quando me vêem sendo atendida antes delas.
No primeiro dia de maratona laboratorial cumpri raios X, mamografia (porque tenho mais de 30 anos), oftalmológico, psiquiátrico e mais um que eu nem sei qual era, porque o doutor só conversou comigo e antes de me apertar a mão e desejar felicidades, imprimiu um laudo atestando que tudo estava certo.
Hoje não consegui cumprir o cronograma de exames laboriatoriais, para os quais eu precisava ter coletado urina, estar em jejum e sem escovar os dentes. O motivo pelo qual não fui se chama Gutemberg, que me apareceu perto das 9:00. Fui no Dr. Nava, coletar um laudo endocrinológico (que eu descobri agora, consultando meu amigo Houaiss, ser referente às glândulas). E fui também numa fonoaudióloga que não tem secretária e marca horário pelo celular. Depois do fim de semana retomo a corrida.

Nenhum comentário: