sábado, 8 de agosto de 2009

O tempo e o homem


Nuvens de cirros

Meu livrinho de Previsão do Tempo e Clima da coleção Prisma, de 1969 ainda não acabou. Eu enlouqueceria se não tivesse livro pra ler nesse acampamento no meu loft, por isso vou lendo aos pouquinhos.

Muitas coisas são novas pra mim, especialmente a conexão entre os elementos climáticos. Mas quando começam a juntar o grau de civilização de um povo com o clima, acho o texto meio indigesto. Lembro que a minha vó tem um livro sobre banana. Isso mesmo, tem milhares de receitas com banana. Já fiz gnocchi de banana e a galera da Oca curtiu. Mas voltando à vaca fria: lá na introdução do livro da banana o cara explica como e onde cultivar bananas, concluindo que só mesmo os negros são fisiologicamente capazes de suportar o calor tropical das plantações de banana, portanto são os mais indicados para trabalhar no bananal.


Meu livrinho de Previsão do Tempo e Clima não pula a tais conclusões socialmente excludentes, mas chega perto:

“Mais longe do equador, os dois períodos mais chuvosos tendem para juntar-se num só; de maio a julho no hemisfério norte e de novembro a março no hemisfério sul. As condições de vida nessas regiões são muito difíceis para aqueles habituados aos climas temperados, em virtude do calor combinado com umidade muito elevada. Antigamente, esse ambiente era insalubre, por causa dos pântanos quentes e estagnados, onde abundavam insetos transmissores de infecções e doenças, como a malária e a febre amarela. A costa da Guiné, na África ocidental, era conhecida pelo nome de “Sepultura dos Brancos”. Agora, com drenagem, mais higiene e medidas tomadas contra os mosquitos, o clima equatorial é bastante saudável, embora enervante, tendo o ar condicionado melhorado em muito o conforto dentro de casa.” (p.126)

Der Mensch ist ein Gewohnheitstier. O ser humano é capaz de se acostumar com tudo, até mesmo o calor combinado com umidade.
Os insetos transmissores de doenças fazem parte do clima? Pela argumentação acima, o clima ficou mais saudável com a eliminação dos mosquitos.
Isso, e viva o ar condicionado, melhor invenção climática para facilitar a nossa vida no planeta!

“Os climas temperados são aqueles que não têm extremos, sejam eles de calor ou de frio, de umidade ou de secura, permitindo que as atividades humanas comuns sejam realizadas, pelo menos durante a maior parte do ano, sem qualquer grande desconforto ou inconveniência. As mudanças entre verão e inverno são estimulantes e, contudo, não tão extremas a ponto de serem frustrantes. Assim, talvez não seja por acidente que a maioria das comunidades mais desenvolvidas se encontrem nas zonas temperadas, especialmente na Europa e na América do Norte.” (p. 128)

O que são atividades humanas comuns? Andar, comer, dormir etc.?
Quais condições climáticas estimulam e quais frustram o ser humano? Vento e chuva?
Se esse livro tivesse sido escrito pelos egípcios ou maias, as comunidades desenvolvidas estariam um pouco abaixo da Europa e América do Norte. E afinal, como se mede o desenvolvimento de uma comunidade? Cadê a escala e quais são os valores dela? Se não sabemos nem mesmo por que estamos aqui, como vamos saber qual o nosso objetivo, nossa meta na escala? Dominar a Natureza e controlar o clima são indicativos de desenvolvimento humano?

Um comentário:

Juliana Reis disse...

Nossa quanto problema de pesquisa!!!!
bj