quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Imprimi

Imprimi a tese hoje. A versão final está em papel. Distribuída em oito exemplares encadernados com algumas páginas coloridas. Teve drama: a impresão das páginas coloridas saiu muito mais caro que eu tinha imaginado, a minha cota de impressões no IEL não daria conta de toda a tese e tive que recorrer a uma doação de cota do Renato e por fim, passei grande parte do dia de hoje esperando a impressora ou a copiadora fazerem seu trabalho.

Me senti quase Papai Noel, quando desci o corredor no pavilhão dos professores e me pus a distribuir cópias da tese pros professores que estão na minha banca. A última tese foi entregue de bike lá na estrada da Rhodia, a 6km daqui.

Quando cheguei em casa, não tinha nenhum zumbi dormindo na sala, nenhuma louça suja na pia, nenhum lixo voando no quintal, nem tufinho de poeira e cabelos no chão (a faxineira esteve aqui, não foram os meninos que de repente mudaram sua natureza ou tolerância a sujeira e bagunça).

Eita sensação de dever cumprido...

Nenhum comentário: