quarta-feira, 18 de junho de 2008

Pra vida toda

Andei reparando que as pessoas à minha volta estão assumindo compromissos pra vida toda. Meu irmão casou, Stephanie está grávida, Caldo vai noivar e a Livinha comprou uma casa.
E eu não sei o que será de mim a partir de janeiro do ano que vem. Defendo em dezembro e depois presto qualquer concurso que abrir. Se eu passar num concurso pra professora universitária na federal de Manaus, estarei no meio da floresta amazônica, tendo overdoses olfativas; se eu passar na federal de Natal estarei na praia, pensado no centro de primatologia e na possibildade de estudar linguagem em macacos; se eu passar na federal de BH, estarei comendo pão de queijo e falando mole; se ...
Não quero nem continuar na Unicamp nem voltar pra USP: essas são as minhas certezas pra vida toda.

3 comentários:

Mateus Manzini disse...

Que coisa esquisita essa mania que "as pessoas" têm de casar, arrumar empregos, estabelecer família... mas pelo rumo que tá tomando minha vida de quase-empregado, vou virar parte de parte do mundo "das pessoas"! Mas ainda tem muita parte desse mundo que não quero nem ver na frente!

Pô, estudar linguagem de macacos seria maneiro, hein?! Se for na praia então, nossa! Aí você me avisa que vou te visitar de bike!!

Beijão

iglou disse...

Mateus!
Nossa, se você quiser cruzar o país de bicicleta, avisa, que eu vou junto, ao invés de ficar esperando na praia, contando onda.

Olha que eu não tenho muitos planos pro futuro...

Beijo,
Lou.

Carlos Teixeira disse...

Lou, inclua mais um na sua lista de amigos que estão assumindo compromissos sérios...