domingo, 4 de maio de 2008

13ºC

Na sexta choveu o dia todo. Lembrarei daquele dia como um dos dias mais feios da minha vida. Cinza, frio, úmido e na frente do computador.
O dia seguinte amanheceu sem nenhuma nuvem no céu, e lembrarei desse dia como o mais lindo faz muito tempo. Um céu azul, tudo muito nítido, uma claridade fabulosa. Mas a temperatura continuava lá embaixo. Pra coroar o dia, fui ver Naná Vasconcelos e Virgínia Rodrigues. Aqueceram os meus ânimos e dormi quentinha no meu saco de dormir que tem conforto a -10ºC. Preguiça de botar lençol, fronha, esperar a cama esquentar.
O dia seguinte começou com a Orquestra Filarmônica de Bamberg no Teatro do Parque Ibirapuera. O céu azul era cortado por aviões que decolam de Congonhas a cada 6 minutos, a parede branca e enorme do teatro cegava os olhos que não conseguiam atribuir som aos instrumentos que os olhos viam. O dia estava bonito, o trânsito de São Paulo estava livre, mas isso tudo já não era mais novidade. Lembrarei que vi os termômetros marcando 13ºC. Os mesmos 13ºC dos dois dias anteriores, mas nos dias anteriores a alternância entre sol e chuva foi mais marcante que a temperatura constante.

Nenhum comentário: